A importância da entrevista investigativa na apuração de fraude - Protiviti
A importância da entrevista investigativa na apuração de fraude
Compartilhe:
Assine nossa newsletter

Fique por dentro das melhores notícias, eventos e lançamentos do mercado




    A importância da entrevista investigativa na apuração de fraude

    Publicado em: 25 de junho de 2024

    Dentre os métodos de investigação, as entrevistas investigativas se destacam como ferramentas importantes na busca de informações úteis.

    Por Jessica Carvalho e Iuri Camilo*

    A fraude empresarial é um problema sério, que afeta organizações de todos os portes e segmentos. Para combater essa prática de forma eficaz, as empresas contam com uma variedade de métodos de investigação. Dentre eles, a entrevista investigativa se destaca como ferramenta importante na busca de informações úteis. De acordo com os Princípios Méndez, “a entrevista investigativa visa obter informações precisas e confiáveis, respeitando os direitos humanos; o objetivo não é a confissão, mas a elucidação de fatos”.

    Mas, se o objetivo das entrevistas investigativas não é uma confissão, por que as empresas devem adotar as entrevistas investigativas nas investigações de fraudes? Tentaremos responder a essa pergunta ao longo do artigo.

    De acordo com o Report to the Nations, de 2024, elaborado pela ACFE (Associação de Examinadores Certificados de Fraudes), os fraudadores antes e durante o cometimento da fraude estão adquirindo novos gatilhos comportamentais, que não vinham sendo devidamente identificados ou tratados com a devida importância, isto é, dentre os 08 comportamentos elencados, 04 comportamentos se referem a: (i) irritabilidade, desconfiança ou atitude defensiva (12%); (ii) Atitude de trapaceiro (12%); (iii) Bullying ou intimidação (11%); (iv) Divórcio, problemas familiares (10%).

    Sendo assim, temos alguns motivos pelos quais as entrevistas investigativas se destacam na investigação de fraude. A entrevista permite que os investigadores obtenham informações sobre a cultura organizacional, vieses de pensamentos grupais, grau de satisfação (motivações e desmotivações), clima/ambiente da área afetada, compreensão sobre a aderência ética e nível de leniência que existe para certas condutas, como a fraude.

    As entrevistas investigativas permitem esclarecer detalhes que podem passar despercebidas durante as análises de dados ou documentos. Por exemplo, a gestão do contrato com um fornecedor pode estar sistemicamente vinculada a um gerente corporativo, mas na realidade, quem gere o contrato é um gestor regional que lida com contratações de pessoal e medições da obra. Dessa forma, algumas nuances entre a realidade sistêmica e a gestão prática de um contrato talvez só tenha o esclarecimento final durante a entrevista investigativa.

    Uma análise e-Discovery, ferramenta comumente utilizada em investigações corporativas e que pode proporcionar uma robustez de evidências, não vai capturar informações consistentes sobre questões comportamentais como as descritas no report da ACFE.

    Além disso, as entrevistas investigativas são essenciais para identificar contradições entre relatos, comportamentos suspeitos e gaps de controles ou de processos internos que possam sinalizar gatilhos que potencializaram a fraude.

    Ademais, através das entrevistas investigativas, é possível tirar dúvidas, solicitar esclarecimentos e analisar a credibilidade do discurso e das informações.

    No que se refere a análise da credibilidade, existem ferramentas ou protocolos, a exemplo do VA (Verifiability Approach ou Abordagem de Verificabilidade) e RM (Reality Monitoring ou Monitoramento da Realidade), cujos critérios de análise se referem respectivamente, a qualidade e a quantidade de informações coletadas, as quais somadas a técnicas de entrevistas cujas finalidades são a coleta de informações baseadas na empatia e rapport podem dar robustez metodológica ao resultado das entrevistas, e consequentemente, das investigações de fraudes.

    Por fim, outro aspecto importante das entrevistas investigativas é sua capacidade de utilizar os relatos verbais para corroborar ou complementar as provas já obtidas, como documentos, trocas de e-mails ou dados relevantes achados durante a investigação.

    Assim, conseguimos responder com clareza a pergunta inicial: entrevistas investigativas que focam apenas na obtenção da confissão não permitem um olhar macro para o comportamento dos fraudadores, antes e durante o cometimento da fraude.  Concluímos, assim, que em um cenário empresarial cada vez mais complexo e condutas de não conformidades tomando contornos cada vez mais engenhosos, as entrevistas investigativas são ferramentas essenciais no combate às fraudes empresariais, seja de forma preventiva ou enquanto ainda está em andamento.

    Sendo assim, investir em treinamentos sobre técnicas de entrevistas investigativas e análise de credibilidade é fundamental para o fortalecimento das áreas responsáveis por investigações internas.

    *Jessica Carvalho é consultoria sênior e Iuri Camilo é especialista em investigações corporativas na Protiviti Brasil, empresa especializada em soluções para gestão de riscos, compliance, ESG, auditoria interna, investigação, proteção e privacidade de dados.

    Compartilhe:

    Publicações relacionadas

    Como funciona a Investigação de Ativos em casos de Violência Patrimonial?

    6 de fevereiro de 2024

    A Investigação de Ativos em casos de violência patrimonial pode ser uma abordagem vantajosa para defender os interesses da vítima

    Leia mais

    Background Check além da pesquisa reputacional e de antecedentes

    31 de julho de 2023

    Por Aline Oliveira Kubo, consultora especialista em Forense e Investigação Empresarial da Protiviti

    Leia mais

    Inteligência Artificial: agilidade nas análises de documentos e nas investigações corporativas

    26 de agosto de 2022

    A Inteligência Artificial (IA), que vem nos ajudando nas mais variadas tarefas do dia a dia, também tem apoiado os processos que envolvem as investigações corporativas. Um exemplo disso são as plataformas forenses que contam com recursos de IA para facilitar as análises de documentos, expandindo o nível da investigação, uma vez que a tecnologia permite acelerar a análise das informações em um processo que seria consideravelmente mais moroso se conduzido apenas sob olhares humanos.

    Leia mais

    Mulheres: enfrentamento ao assédio sexual e à violência doméstica e de gênero

    1 de agosto de 2022

    A violência contra as mulheres está presente nos lares e nos ambientes corporativos. Existe uma questão cultural e histórica que permeia nossa sociedade. E por que falamos em questão cultural e histórica? Porque os reflexos da violência sexual, psicológica ou física estão inseridos no seio familiar cujo agressor, geralmente do gênero masculino, impõe o seu domínio sobre o gênero feminino.

    Leia mais