Ver todas

Cibersegurança lidera riscos para as auditorias de TI

Por: Protiviti

Publicado em: 25 de julho de 2022

Segurança cibernética, privacidade, dados e conformidade regulatória são classificados como os principais riscos em auditoria de TI

Uma nova pesquisa realizada pela Protiviti e ISACA descobriu que a segurança cibernética é o principal risco para os departamentos de auditoria de TI, com vários outros riscos relacionados, como privacidade e dados, bem como conformidade regulatória e liderando como principais preocupações. A pesquisa pediu aos entrevistados que classificassem a importância de 39 problemas de risco de tecnologia. Desses, os 10 principais riscos em auditoria de TI identificados foram os seguintes:

  1. Violação cibernética
  2. Gerenciar incidentes de segurança
  3. Privacidade
  4. Monitorar a conformidade regulatória
  5. Risco de acesso
  6. Integridade de dados
  7. Recuperação de desastres
  8. Gestão de dados
  9. Risco de terceiros
  10. Monitorar/auditar TI, conformidade legal e regulatória

O relatório foi baseado em uma pesquisa realizada no quarto trimestre de 2021, com mais de 7.500 líderes e profissionais de auditoria de TI, incluindo diretores de auditoria (CAEs) e vice-presidentes e diretores de auditoria de TI, representando uma ampla gama de indústrias em todo o mundo. A pesquisa foi realizada em colaboração com a ISACA.

Os principais riscos citados na pesquisa deste ano destacam o papel vital, porém sensível, que os dados desempenham nas organizações hoje, com os entrevistados expressando preocupações significativas em relação à maneira como os dados são coletados, governados e protegidos. Os entrevistados também demonstraram que os profissionais de auditoria de TI estão cientes dos requisitos de conformidade em evolução enfrentados por suas organizações, relacionados à administração de dados, padrões do setor e requisitos nacionais e regionais.

O relatório está em “https://www.protiviti.com/sites/default/files/10th-annual-it-audit-technology-risks-survey-isaca-protiviti.pdf

Fonte: Ciso Advisor
https://www.cisoadvisor.com.br/ciberseguranca-lidera-riscos-em-auditorias-de-ti/

Compartilhe esse post

Publicações

Relacionadas

Por que os canais de denúncias falham em casos de assédios sexual e moral?

Historicamente, os canais de denúncias criaram corpo por uma razão que foi diminuindo com o tempo: recompensas financeiras. Ou seja, quando foi criado por governos, era oferecido uma remuneração por relatos que poderiam levar à prevenção de práticas ilegais. Esse modelo ainda pode ser identificado em algumas situações, sendo a mais próxima de nossa realidade […]

Leia mais

Assédio sexual: denúncias crescem e exigem mais cuidados das empresas

O relato de casos de assédio sexual deixou de ser um tema velado nas organizações e tem ganhado relevância a cada dia. Esse cenário é um reflexo de uma sociedade mais consciente sobre esta questão e de um público mais seguro em trazer os fatos à tona. Pesquisas mostram que, dentro das empresas, esse tipo […]

Leia mais

4 mitos sobre o Metaverso e suas implicações diante à LGPD

Sabemos que o Metaverso é um universo composto por plataformas de realidade virtual e inteligência artificial nas quais o usuário pode se conectar para viver experiências e realizar atividades semelhantes às do mundo real, porém dentro da sua própria casa ou no local que preferir. Mas, quando falamos desse conceito, quais são os quatro mitos […]

Leia mais

Empresas ainda estão engatinhando no combate ao assédio no Brasil

Para Fernando Fleider, CEO da ICTS Protiviti e Aliant, consultoria especializada em compliance e gestão de risco, é preciso priorizar o treinamento e os canais de denúncia qualificados As denúncias de assédio sexual contra o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães e seu consequente pedido de demissão do cargo serviram para reacender a discussão sobre […]

Leia mais